Logo Transborda 2021_.jpg
Cópia de 009_performance Coin Operated_
foto: Bruno Simão

Coin Operated

Jonas & Lander (PT)  

 

30 JAN 2021,

sábado às 16h e 18h

Local: Fórum Municipal Romeu Correia, Sala Pablo Neruda

Preçário: Adultos - €6 | Jovens, Seniores, Grupos (+10) - €5

M/6 | Duração: 35 min

Em Coin Operated assistimos a um levantamento de diversas relações entre o Homem e o Cavalo. Uma performance onde o diálogo com o público é direto e dependente. Jonas & Lander desenham uma nova relação com o espetador, em que o mesmo passa a ter um papel ativo na consequência da ação artística, potencializando diversas e surpreendentes cenas a cada apresentação, ou seja, a duração de cada moeda inserida nos cavalos. As canções, discursos, dissertações, curiosidades históricas, todas as ações e informações traduzem a simbologia do visível: um homem montado a cavalo e tudo o que esse momento de domesticação envolve e envolveu durante o período de forja das civilizações. Toda a relação económica e de poder, de conquista de território, de escravatura, da montada das classes sociais mais poderosas nas menos afortunadas, a mercantilização da arte, a comercialização da vida animal; todos estes assuntos serão dissecados em sequências performativas. Enquanto existir uma moeda.

Jonas & Lander - Os artistas têm contribuído para o imaginário um do outro desde 2011, testando paradigmas contrastantes em experiências de âmbito pessoal e profissional. Cascas d’OvO (2013) revela a sua inscrição como profissionais da área artística e leva a reconhecer o poder de comunicação dos seus corpos. Das suas obras seguintes destacam-se Matilda Carlota (2014), Arrastão (2015) e Adorabilis (2017), esta última criação integrando a seleção de Aerowaves Priority Company 2017.

__ EQUIPA

 

Direção Artística, Coreografia e Interpretação: Jonas & Lander

Apoio Técnico: Joana Mário

Sonoplastia: Lander Patrick

Figurinos: Jonas

Gestão e Produção: Patrícia Soares | Sinistra Associação Cultural

Coprodução: BoCA Biennial of Contemporary Arts

Apoio a Residência Artística: O Espaço do Tempo